SEGUNDA, 11/02/2019, 06:30

38 casos de Febre Amarela são investigados no Paraná

Apesar dos casos registrados na região de Curitiba, em Londrina não há indícios da doença. Mas, secretaria municipal de saúde alerta para importância de manter a vacinação em dia.

O último boletim da Secretaria de Estado de Saúde confirmou mais dois casos de febre amarela no Paraná. Os pacientes com a doença são de Adrianópolis, município da RMC (Região Metropolitana de Curitiba). Isto é, fica na cidade que faz divisa com o Estado de São Paulo onde há surto da doença. Ainda segundo o boletim, são 38 casos investigados no Paraná.

Segundo a diretora de vigilância em saúde da secretária municipal de saúde de Londrina, Sônia Fernandes, não há casos suspeitos na cidade. Mas, há um alerta principalmente para quem está se deslocando para o litoral do Paraná e para estados em situação crítica.  A orientação é buscar a vacinação que está no calendário a partir das crianças acima de nove meses. 

Apesar da situação tranqüila, a equipe de saúde mantém vigilância com a Secretaria de Meio Ambiente para monitorar os macacos que também podem ser alvos da febre amarela, apesar de não transmitirem aos humanos.

A secretaria de saúde orienta a todos os usuários que não estão com a vacina contra a doença em dia que procure qualquer unidade de saúde.

Por Guilherme Marconi

Comentários

Publicidade