SEGUNDA, 06/02/2017, 00:15

A crise econômica e a alta de juros para financiamentos faz aumentar a procura por consórcios

O otimismo para o setor em 2017 foi alavancado com o fechamento do mês de janeiro que apresentou alta superior a 26%. O setor de imóveis é o que se destaca.

Dados da BR Consórcios apontam que, em nível de Brasil, só no primeiro mês de janeiro houve um crescimento nas vendas de consórcios de 17%, se comparado com o mesmo período de 2016.

Segundo o gerente regional do Consórcio União, Rafael Augusto Carraro, as vendas desse mês de janeiro na região de Londrina, superaram as expectativas, houve um aumento de 26%. Com esse resultado já no início do ano a boa estimativa de reação do mercado em 2017 é confirmada.

A Associação de Consórcios – Abac aponta que o setor de imóveis apresentou queda de 5% nas vendas do ano passado e o setor que se destacou foi o de veículos. Já para esse ano, no primeiro mês, Augusto ressalta que o setor que impulsionou as vendas foi o de imóveis seguido por veículos e o de serviços fica com o terceiro lugar.

A gerente de caixa, Daniela de Souza, fez o primeiro consórcio há dois anos e para esse ano espera fazer um novo consórcio para a casa própria.

O corte em programas do governo federal, para aquisição da casa própria pode ter impulsionado ainda mais o setor.

Segundo o economista, Carlos Roberto Ferreira, o crédito tem sido mais limitado. As altas taxas de juros para financiamentos bancários tanto para imóveis, quanto para veículos têm feito os consumidores procurarem investimentos com juros baixos.

Por Bruno Carraro

Comentários

Publicidade