QUINTA, 10/06/2021, 19:09

Após constatar aglomerações em frente a bancos de Londrina, Procon orienta população sobre o que fazer diante de longas filas

Segundo diretor do Núcleo, agências podem até perder alvará se receberem seguidas notificações, mas alerta que clientes com acesso à internet devem dar preferência a meios digitais.

As grandes concentrações de pessoas registradas ao longo da semana tiveram uma trégua na quinta-feira. Mesmo assim, o zelador Samuel José do Carmo, de 51 anos, afirma que as aglomerações em frente aos bancos, especialmente na região central de Londrina, têm sido frequentes.

Segundo ele, a situação é bastante complicada, já que cumprir os protocolos de segurança à Covid-19, como o distanciamento social, fica ainda mais difícil quando é preciso esperar em longas filas para ser atendido.

Apesar de aplicativos permitirem que clientes realizem operações pelo celular sem ter que sair de casa, o zelador aponta que muitas pessoas ainda não têm acesso às tecnologias necessárias para utilizar o recurso.

De acordo com Thiago Romero, diretor-presidente do Núcleo Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-LD) em Londrina, no início da semana o órgão recebeu diversas denúncias de longas filas nas agências bancárias e demora no serviço.

Por conta da quantidade de queixas registradas, equipes de fiscalização visitaram alguns locais para verificar o que estava acontecendo. Segundo ele, as aglomerações foram resultado de uma combinação de fatores.

Além do quinto dia útil, data em que se costuma ter maior movimentação nos bancos da cidade, a procura pelas agências para realizar a prova de vida do INSS também influenciou na formação das filas. Nos bancos em que o número de pessoas a espera de atendimento estava acima do normal, o núcleo emitiu uma notificação que pode ser convertida em multa.

Em Londrina, uma lei municipal determina que a espera por atendimento nos bancos, em dias comuns, deve ser de até 15 minutos. Em vésperas de feriado ou em datas de pagamento do funcionalismo público, este tempo amplia para 30 minutos.

O diretor-presidente orienta que, caso o prazo não seja cumprido, clientes podem buscar o Procon para que o órgão verifique as condições de serviço do banco. Ele lembra ainda que a pessoa pode, inclusive, recorrer judicialmente por danos morais, pela demora no atendimento.

Em relação à prova de vida do INSS, que foram retomadas após um período de suspensão, Romero destaca que existe um calendário a ser cumprido. Neste momento, apenas pessoas que tinham que ter feito o exame entre março e abril do ano passado precisam realizar o procedimento para continuar recebendo o benefício. Aqueles cadastrados na plataforma MeuGov.br podem fazer a prova de vida pelo celular, por meio do aplicativo Meu INSS.

Um dos bancos visitados pela CBN Londrina nesta quinta-feira (10) enviou uma nota em que afirma que os funcionários “estão orientados a direcionar os beneficiários que procuram o Banco a realizarem a prova de vida na data correta, conforme cronograma estabelecido pelo INSS”.

O calendário completo pode ser consultado no site da CBN Londrina: cbnlondrina.com.br

 

 

 

Confira os novos prazos para realização da prova de vida do INSS

 

Mês original

Nova data

Março e abril de 2020

Junho de 2021

Maio e junho de 2020

Julho de 2021

Julho e agosto de 2020

Agosto de 2021

Setembro e outubro de 2020

Setembro 2021

Novembro e dezembro de 2020

Outubro de 2021

Janeiro e fevereiro de 2021

Novembro de 2021

Março e abril de 2021

Dezembro de 2021

Por Victor Assis

Comentários