QUARTA, 18/12/2019, 12:01

Aprovado projeto que retira do Bosque Central status de área de preservação permanente

COMISSÃO SUGERIU MUDANÇA DO NOME PARA JARDIM BOSQUE

A Câmara de Vereadores aprovou, por unanimidade em primeira discussão, o projeto de lei que altera o código ambiental do município e faz com que o Bosque Central deixe de ser área de preservação permanente. A aprovação permite que a prefeitura faça alterações no projeto original do espaço. A ideia do Ippul é ampliar significativamente a iluminação no local, construir pista de caminhada e ciclovia, novos equipamentos para ginástica e playground, além de travessias elevadas para integração com a Concha Acústica e a praça 7 de setembro.

A Comissão de Política Urbana e Meio Ambiente acrescentou ao projeto a mudança de nome de Bosque Marechal Cândido Rondon para Jardim Bosque e a proibição da construção de ruas que cortem o local. O presidente da Comissão, vereador Gerson Araújo, explicou o motivo de ter enviado o projeto à votação ainda este ano.


Questionado sobre as críticas de entidades ligadas ao setor ambiental sobre uma eventual devastação do bosque, Gerson rebateu.


O projeto será votado em segunda discussão em regime de urgência para em seguida ir à sanção do prefeito Marcelo Belinati. Ainda não há prazo confirmado para o lançamento da licitação das obras de revitalização do Bosque Central.

Por Marco Feltrin

Comentários