SEGUNDA, 13/08/2018, 07:00

Associação dos Empresários de Cambé destaca projeto do Contorno Norte como uma das principais obras para a região

Esforço para que as obras ocorram começa a dar resultado depois de dois anos de insistência e cobrança.

Integrantes da Associação das Empresas do Parque Industrial de Cambé, se reuniram na última semana para avaliarem os dois anos de trabalho e pontuar os avanços alcançados para a cidade e para a região. Participaram ainda representantes do Executivo Municipal e da Assembleia Legislativa do Paraná.

Um dos principais assuntos debatidos foi o Contorno Norte, o trecho 1 do projeto, de pouco mais de 11 quilômetros, começa no contorno de Ibiporã e vai até a PR-545. A partir daí começa o trecho 2, de cerca de 8 quilômetros, que segue da PR-445 até Cambé, onde começa a última parte do Contorno, que vai até a entrada de Rolândia.

Um projeto audacioso e que deve fazer com que a região tenha um fluxo rodoviário que possa atrair novas empresas e indústrias, além de beneficiar as que já estão instaladas.

De acordo com a presidente da AEPIC, Rosinda Stremlow, desde 2016 o grupo de trabalho da Associação tem cobrado medidas do governo para avanço do projeto e o que se vê é que os trabalhos começaram a sair do papel.

De acordo com o Deputado Estadual, Tiago Amaral, as demandas apresentadas pela Associação nesses últimos dois anos, foram levadas ao governo do estado e a Alep para serem debatidas e com isso projetos foram destravados.

Já o Deputado Estadual, Tercílio Turini, reivindicar em grupo traz resultados e o crescimento industrial da região já é fruto desse trabalho, assim como o Contorno Norte.

O prefeito de Cambé, José do Carmo, acredita que o trabalho da AEPIC promove a união das cidades da região em busca de crescimento.

Por Bruno Carraro

Comentários