QUARTA, 11/10/2017, 10:20

Boca Aberta pode ser cassado no próximo domingo

Sessão de julgamento da Câmara começa a partir das 8h. Vereador investigado criticou relatório da Comissão Processante e afirmou que vai reverter o caso na Justiça

O relatório da Comissão Processante entregue pelo vereador Rony Alves, do PTB, no final da sessão desta terça-feira da Câmara Municipal indicou a cassação do mandato de Emerson Petriv, o Boca Aberta, do PR, e, consequentemente, que o plenário aceite a denúncia protocolada pela enfermeira e servidora municipal Regina Amâncio. Ele é investigado por possível quebra de decoro depois de ter pedido dinheiro nas redes sociais aos seus eleitores para pagar uma multa aplicada pela Justiça Eleitoral. No final da semana passada, o parlamentar foi interrogado na CP.

A sessão de julgamento, que pode culminar na cassação do mandato de Boca Aberta, foi marcada para o próximo domingo, a partir das 9h. A defesa dele, representada pelo advogado Eduardo Duarte Ferreira, contestou o apontamento da CP na última segunda-feira. No entanto, as alegações não foram suficientes para mudar o pensamento de Rony Alves, relator do grupo. Em entrevista coletiva, o petebista relembrou que o parlamentar investigado teve oportunidade de se defender, mas não teria aproveitado as chances concedidas.

Ao longo do processo, as duas partes entraram em conflito sobre o prazo que a Comissão Processante teria para concluir a investigação. Enquanto Boca Aberta insiste que tudo deveria ser encerrado até o dia 9 de outubro, integrantes da comissão sustentam que o relatório final poderia ser entregue até 17 do mesmo mês. Em plenário, Boca Aberta teceu duras críticas a Rony Alves e adiantou que irá processar vereadores e funcionários da Câmara.

Alves informou qual deverá ser a posição da Comissão Processante caso a defesa de Boca Aberta tente desmarcar o julgamento.

Por Rafael Machado

Comentários

Publicidade