QUARTA, 01/07/2020, 08:30

Câmara adia votação de projeto que doava área de praça para construção de unidade do Conselho Tutelar na zona oeste

Vereadores questionaram transformação de parte do terreno em zona
comercial

O líder do prefeito na Câmara, Jairo Tamura, retirou de pauta por uma sessão o projeto de lei que concede uma área
de 694 metros quadrados no jardim Bandeirantes, zona oeste da cidade, ao governo do Paraná por tempo
indeterminado. O objetivo é instalar no local uma unidade do conselho tutelar.
A construção foi estimada em 500 mil reais, a serem bancados pelo estado. Mas a aprovação do projeto esbarrou em
um problema que se arrasta desde 2011, quando uma lei municipal cedeu a mesma área ao governo para construção
da sede do Insituto de Criminalística, o que nunca saiu do papel.
Pelo projeto, o conselho tutelar seria erguido em apenas uma parte do terreno, e o restante, de mais de 5 mil metros
quadrados, seria transformada em zona comercial 5. O Conselho Municipal da Cidade deu parecer contrário,
argumentando que a área deveria ser destinada a uma praça.
O vereador Mário Takahashi afirmou que, diante do conflito, não seria possível votar o projeto com segurança.


Com o pedido de retirada de pauta, o projeto voltará a ser discutido na sessão da próxima terça-feira.

Por Marco Feltrin

Comentários