TERCA, 10/03/2020, 10:00

Câmara ainda não foi notificada sobre volta de Douglas Pereira e saída de Jamil Janene

Fernando Madureira, o verdadeiro dono da vaga, anuncia volta até, no máximo, 10 de abril

A dança das cadeiras na Câmara de Vereadores, provocada pela Operação ZR3, tem data para acabar: 1o de abril. Foi este o prazo para que Fernando Madureira, presidente da Fundação de Esportes, retorne ao cargo para o qual foi eleito em 2016, sendo o quarto mais votado.
O anúncio ocorre em meio a uma decisão do juiz da 2a Vara da Fazenda Pública, Délcio Miranda da Rocha, ordenando a volta de Douglas Pereira ao cargo de suplente de Madureira, hoje ocupado por Jamil Janene.

Douglas está fora da Câmara desde outubro, quando Rony Alves retornou em decisão proferida pelo mesmo juiz, após ser afastado em meio às investigações da operação ZR3, que apura pagamento de propina em projetos de mudança de zoneamento urbano.

À época, a procuradoria jurídica da Câmara entendeu que o suplente de Rony não seria Douglas Pereira, que abriu mão da vaga de Madureira ao assumir a Acesf no início do mandato do prefeito Marcelo Belinati. No entendimento do juiz da 2a vara, no entanto, a vaga pertence à coligação, por isso Pereira teria direito, ao ter sido mais votado que Janene.

O procurador jurídico da Câmara, Miguel Aranega, defendeu a decisão tomada no ano passado.

A Câmara ainda não foi notificada oficialmente da decisão. Na última sexta-feira, uma assessora da presidência recebeu o documento, que deveria ter sido entregue diretamente ao presidente Ailton Nantes. A partir da notificação, a Câmara tem cinco dias para decidir sobre a saída de Jamil Janene e o retorno de Douglas Pereira.

Neste período de 20 dias entre a saída de um vereador, a volta de outro e o retorno de Madueira, a Câmara terá que arcar com as despesas trabalhistas de todos os assessores de gabinetes exonerados.

Fernando Madureira está em viagem e retorna a Londrina na próxima quarta-feira. Ele informou à reportagem que ainda precisa finalizar algumas licitações da Fundação de Esportes. Caso elas estejam concluídas antes do dia 1o, Madureira já reassume a vaga na Câmara, pondo fim à disputa judicial.

Por Marco Feltrin

Comentários