QUARTA, 12/06/2019, 08:57

Câmara é notificada sobre volta de Mário Takahashi ao cargo de vereador

Cumprimento de outras medidas cautelares ainda não foi esclarecido

Depois de muito suspense, a Câmara de Vereadores de Londrina foi oficialmente notificada da decisão do do Tribunal de Justiça que autoriza a volta de Mário Takahashi ao Legislativo. Ele estava afastado desde janeiro do ano passado, com a deflagração da Operação ZR3, que investiga cobrança de propina para aprovação de projetos para mudança de zoneamento urbano.

O presidente da Câmara, Ailton Nantes, afirmou que a decisão da Justiça será cumprida em um prazo de até 48 horas.

Resta saber se também serão obedecidas outras medidas cautelares, como a que impede que ele se aproxime de outros vereadores ou participe de reuniões do Conselho Municipal da Cidade.

Quando perguntado se haverá algum clima de constrangimento, Nantes voltou a reforçar a necessidade de cumprimento da decisão judicial.

O procurador jurídico da Câmara, Miguel Aranega, informou que alterações no cumprimento de outras medidas cautelares que proíbem o vereador de circular pela Câmara precisarão ser tratadas entre a defesa de Takahashi e o juiz da 2a Vara Criminal de Londrina, Délcio Miranda da Rocha.

Por Marco Feltrin

Comentários

Publicidade