TERCA, 02/07/2019, 18:51

Câmara vai cobrar prefeitura por constantes invasões nas escolas municipais

Contrato com empresa de monitoramento venceu em 2014

Mais duas escolas municipais de Londrina foram invadidas nesta semana. Na Escola Municipal Carlos da Costa Branco, no Jardim Piza, foram furtados itens da merenda, como carne e pão de queijo, e duas impressoras. Três portas foram arrombadas e computadores jogados ao chão. Na Escola Municipal Moacyr Teixeira, no conjunto Violim, a invasão foi registrada durante o feriado do padroeiro da cidade, na última sexta-feira. Os prejuízos ainda estão sendo calculados.
Diante dos casos recorrentes, o presidente da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores, Amauri Cardoso, convocou para a próxima sexta-feira uma reunião com representantes da secretaria de Educação e Guarda Municipal para cobrar providências.

Segundo Cardoso, o prejuízo causado pelas invasões nas escolas passa dos 400 mil reais, sem falar na sensação de insegurança provocada nos alunos. 

A situação foi agravada em 2014, quando a prefeitura encerrou o contrato que tinha com uma empresa de monitoramento.

A reunião da Comissão de Educação sobre a insegurança nas escolas está marcada para as duas da tarde de sexta-feira no plenário da Câmara

Por Marco Feltrin

Comentários