SEXTA, 14/09/2018, 09:10

Câmara vai reforçar o esquema de segurança para a sessão de julgamento dos vereadores afastados, Rony Alves e Mário Takahashi, no domingo

A sessão promete ser longa, se não houver mais nenhuma decisão jurídica

A exemplo do que aconteceu no dia 20 de agosto, quando foi cancelada a sessão de julgamento, será feito um reforço tanto na parte interna quanto na parte externa do prédio. As providências, segundo o presidente da Casa, Ailton Nantes, já estão sendo tomadas.

A tenda com dois telões será instalada do lado de fora. A expectativa é receber um grande número de pessoas. Nas galerias, 126 lugares estão liberados para receber o público, que vai entrar de acordo com a ordem de chegada.

A sessão, segundo Nantes, pelo menos no início, segue os critérios de uma sessão ordinária.

Os vereadores receberam um anexo com o novo depoimento de Mário Takahashi, prestado na manhã desta quinta-feira. O relatório final da Comissão Processante (CP) continua indicando a cassação por quebra de decoro parlamentar.

Nantes frisou que a Câmara seguiu todos os trâmites do processo, atendendo, inclusive as determinações judiciais.

Sobre a possibilidade de desmembrar a defesa dos vereadores, se o pedido for feito, será feita uma consulta à Assessoria Jurídica da Casa.

A sessão de julgamento está marcada para começar às 9 horas da manhã.

 

Por Marta Ortega

Comentários

Publicidade