QUINTA, 29/04/2021, 18:11

Capela mortuária destruída em incêndio na Vila Nova havia sido retomada recentemente pela prefeitura

Líder do Executivo na Câmara cobra alternativas para que o local volte a ser aproveitado pelo município.

Um incêndio registrado na noite da última quarta-feira destruiu a capela mortuária da Vila Nova, região central de Londrina. O assunto repercutiu na sessão desta quinta da Câmara de Vereadores. A construção fica em uma área que foi cedida pela prefeitura para a associação de moradores do bairro em 1997, e também reúne um centro comunitário e uma quadra poliesportiva.
Em novembro do ano passado, a prefeitura encaminhou um projeto de lei à Câmara pedindo a devolução da área, sob alegação de que o espaço estava sendo usado para uma atividade diferente da prevista à época da doação.

Notificada, a associação de moradores entregou as chaves e fez a devolução formal do imóvel.

O projeto de retomada da área foi aprovado pela Câmara em 9 de março e sancionado pelo prefeito no dia 31 do mesmo mês. O município estudava a possibilidade do espaço abrigar a sede da Secretaria de Saúde, ou até ser repassada à Fundação de Esportes para implantação de atividades no local, como havia solicitado o vereador Fernando Madureira, líder do prefeito na Câmara. Ele lamentou o incêndio e prometeu cobrar os órgãos municipais sobre o aproveitamento do local.

A principal hipótese para o incêndio é de que moradores de rua tenham ateado fogo ao monte de lixo depositado no local. De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros Filipe Peixoto, foram necessários dois mil litros de água para combater o incêndio.

Por Marco Feltrin

Comentários