SEGUNDA, 08/02/2021, 07:15

Chuvas comprometem colheita de grãos no Paraná.

 Condições climáticas afetaram lavouras de soja e milho, principais culturas produzidas no estado.

O novo boletim agropecuário divulgado pelo Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral) revelou que o grande volume de chuvas registrado na segunda metade do mês de janeiro prejudicou a produção agrícola do estado. De acordo com o informe, as perdas foram mais sentidas pela cultura de grãos, em especial, a soja, o milho e o feijão.

Segundo Salatiel Turra, chefe do Departamento, as condições climáticas dos últimos dias impediram que a colheita da primeira safra da soja pudesse ser realizada. Com isso, a segunda etapa do plantio fica também comprometida.

Ele explica que além das perdas em produtividade, o excesso de chuvas também pode comprometer a qualidade do produto colhido. Já foi registrado um aumento de doenças na soja do estado. Em comparação ao mês anterior, as condições favoráveis para plantio no estado tiveram uma queda considerável, passando de 79% para 71%.

 

O relatório ainda informa que quase 40% do milho da primeira safra está em condições de ser colhido, mas a atividade segue dificultada pelas condições climáticas dos últimos dias.

Apesar do momento de preocupação e incertezas para o setor, o chefe do Departamento de Economia Rural acredita que o cenário possa ser amenizado com a regularização da chuva nas próximas semanas.

Para este ano, a expectativa é de que a produção tenha uma leve redução, em relação ao ano anterior, chegando a 24,2 milhões de toneladas, cerca de 3% a menos, quando comparado a 2020.

Por Victor Assis

Comentários