TERCA, 29/01/2019, 19:35

CMTU ainda espera finalização de edital para contratar serviço de guincho que vai recolher sucatas de veículos abandonados nas ruas

A lei aprovada há sete meses ainda não está sendo executada.

Depois de quase sete meses aprovada, lei que prevê o recolhimento de sucatas de veículos abandonados nas ruas ainda não surtiu nenhum efeito em Londrina.

À época um levantamento apresentado pela própria Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização – CMTU apontava que na cidade existiam mais de 800 veículos abandonados nas ruas.

Nossa reportagem tentou gravar entrevista com o presidente da CMTU, Marcelo Cortez, para falar sobre os trabalhos, mas segundo a assessoria de imprensa do órgão a manifestação seria somente por meio de nota.

Os questionamentos foram feitos por um email e as respostas não foram dadas á nossa reportagem.

As únicas informações repassadas pela assessoria de imprensa da CMTU foram:

“As denúncias de carros abandonados recebidas pela CMTU são motivos de notificação. Em 2018, foram notificados 138 proprietários que abandonaram seus automóveis nas ruas de Londrina. Destes, 84 acataram a notificação e retiraram o veículo. Outros, 15 viraram multas pelo não cumprimento da notificação.

A CMTU está em fase final para publicação do edital para a contratação do serviço de guincho plataforma para efetivar o cumprimento da Lei 12.712/17, que regula o recolhimento de veículos abandonados e sucatas”.

Entre os pontos questionados enviados ao órgão e não respondidos à nossa reportagem estão:  por ser questão de saúde pública a retriada não deveria ser menos burocrática; o custo da licitação; para onde serão destinadas essas sucatas; quantos veículos sucateados ainda estão nas ruas.

Por Bruno Carraro

Comentários