SEGUNDA, 01/02/2021, 09:16

Com 14 milhões de reais em caixa, Câmara retoma projetos de reforma do prédio

Legislativo vai firmar parceria com a prefeitura para lançar a licitação da obra 

A reforma do prédio que abriga a Câmara de Vereadores de Londrina será retomada este ano. Quem garante é o novo presidente do Legislativo, Jairo Tamura.

A expectativa era que a obra começasse no ano passado. Porém, no início da pandemia do Coronavírus, a mesa diretora da Câmara autorizou o repasse de 20 milhões de reais do fundo legislativo, que seria usado na reforma, para ações de enfrentamento à Covid-19. Do total, 5 milhões foram o Hospital Universitário, outros 5 para um fundo garantidor de empréstimos para micro e pequenos empresários, e 10 milhões para a assistência social.

Mesmo com o repasse, a Câmara ainda fechou o ano com 14 milhões de reais em caixa, verba suficiente para tocar a reforma. Como o Legislativo não conta com engenheiros em seu quadro de funcionários, o orçamento foi feito por servidores da prefeitura. E outra parceria já está sendo costurada com a secretaria de Gestão Pública para o lançamento da licitação, como explica o presidente Jairo Tamura.

O prédio da Câmara de Vereadores foi inaugurado em 1977 e nunca passou por reforma em mais de 43 anos. Com rachaduras e infiltrações, parte da galeria foi interditada pela Defesa Civil, podendo receber apenas um terço da capacidade total, de 200 pessoas.

Além da reforma estrutural, elétrica e sanitária no prédio de 3 mil metros quadrados, o projeto ainda traz a possibilidade de ampliação em uma área de 250 metros quadrados.

Quando as obras começarem, caso as sessões já tenham voltado ao formato presencial, a tendência é que os encontros duas vezes por semana entre os vereadores sejam realizados na Universidade Estadual de Londrina.

Por Marco Feltrin

Comentários