QUARTA, 03/07/2019, 08:47

Comissão de Justiça veta projeto de padronização dos táxis por vício de iniciativa

Autor da proposta apresentou recurso

A Comissão de Justiça, Legislação e Redação deu parecer contrário ao projeto que previa a padronização dos táxis em Londrina em comum acordo entre  a CMTU e a categoria para definir o melhor modelo a ser adotado. No entendimento da Comissão houve vício de iniciativa, já que a proposta deveria ter partido do Executivo.

O autor do projeto, Douglas Pereira, disse que a proposta estava parada há um ano e meio na CMTU enquanto a categoria esperava o encaminhamento à Câmara.

Durante a sessão, o vereador entrou em um debate acalorado com Jamil Janene, que saiu em defesa da prefeitura depois de Tio Douglas dizer que havia acordado a participação em uma reunião entre a CMTU e os taxistas, porém não teria sido convidado.

O principal objetivo da proposta é reduzir os custos no envelopamento dos veículos, que hoje fica entre R$ 1.300 e R$ 1.800. Os 380 veículos cadastrados na cidade ficariam na cor branca com apenas uma faixa nas laterais.

O recurso apresentado à Comissão de Justiça foi retirado de pauta até a volta do recesso do Legislativo, em 1o de agosto.

Por Marco Feltrin

Comentários