QUARTA, 02/08/2017, 09:49

Comissão Processante agenda nova reunião para discutir caso Boca Aberta

Acusado de suposto estelionato ao pedir dinheiro nas redes sociais, vereador critica investigação e promete medidas enérgicas para tentar interromper continuidade dos trabalhos.

Denunciado por possível estelionato cometido ao pedir dinheiro para seus
eleitores nas redes sociais, o vereador Emerson Petriv, mais conhecido como
Boca Aberta, do PR, voltou a criticar a atuação da Comissão Processante
aberta contra ele na Câmara Municipal. O grupo de investigação no dia 10 de
julho, mas teve modificações entre seus integrantes.
Por conta de uma decisão proferida pelo juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública,
Emil Gonçalves, o vereador Jamil Janene teve que deixar a presidência da
comissão por ter chegado à Câmara como suplente após as desistências de
Douglas Carvalho Pereira, hoje na superintendência da Acesf, e Fernando
Madureira, atual presidente da Fundação de Esportes (FEL).
Segundo Petriv, a Câmara não teria comunicado a Justiça as mudanças feitas
na Comissão Processante, o que, para ele, prejudica todo o processo. Caso os
vereadores agendem uma nova reunião da CP, o parlamentar afirmou vai
procurar novamente a Justiça.

A assessoria de imprensa da Câmara confirmou o próximo encontro da
Comissão Processante para a próxima sexta-feira, a partir das duas e meia da
tarde. No entanto, não foi adiantado á imprensa qual será o teor da conversa
entre Felipe Prochet, o presidente, Rony Alves, relator, e Eduardo Tominaga
como membro. Este último substituiu Janene após a decisão judicial.

De acordo com o procurador jurídico do Legislativo, Miguel Aranega Garcia,
não há irregularidades na troca de integrantes da comissão.

O vice-presidente da Câmara, Ailton Nantes, do PP, seguiu no mesmo
raciocínio do procurador.

Por Rafael Machado

Comentários

Publicidade