QUARTA, 22/01/2020, 19:25

Crea encontra irregularidades na Safra Verão 2020 em 60% das propriedades da região

Multa para quem não regularizar situação junto ao órgão pode ultrapassar R$ 2 mil e dobrar para os reincidentes.

A checagem inicial foi feita por meio de uma amostragem de pouco mais de mil propriedades rurais de 51 municípios da região a partir do cruzamento de dados do Sistema de Monitoramento do Comércio e Uso de Agrotóxicos da Adapar. Deste total, 634 propriedades com áreas de plantio superior a 45 hectares, foram enquadradas como passíveis de fiscalização. Os 441 produtores restantes já estavam regulares, segundo o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

O agente de fiscalização do Crea, Fábio Aguiar, explica que durante o trabalho, feito todos os anos, o órgão encontrou irregularidades na safra de verão 2019/2020 em quase 60% das propriedades. Todas relacionadas ao exercício ilegal da profissão ou à falta da Anotação de Responsabilidade Técnica de um profissional já contratado.

O agente de Fiscalização do Crea explica que os produtores notificados estão procurando o órgão para regularizar a situação. A partir de agora, os fiscais passam a vistoriar algumas propriedades in loco.

Segundo Fábio Aguiar, até agora, quase 70% dos produtores notificados já procuraram o órgão. Ele afirma que, historicamente, o índice de regularização é alto, gira em torno de 90% todos os anos.

Caso os produtores rurais não cumpram as exigências, apesar das notificações, as multas podem ultrapassar R$ 2 mil e dobrar para quem já foi flagrado pela fiscalização. Nos casos de ausência de ARTs, o valor da multa pode chegar a R$ 1.363 para os reincidentes.

Por Marcos Garrido

Comentários