QUARTA, 07/11/2018, 19:26

Depen assume mais de 6 mil presos em 37 delegacias de todo o estado

Medida foi anunciada nesta quarta-feira pela governadora Cida Borghetti e deve liberar mais de mil policiais civis para a investigação de crimes.

O decreto assinado pela Governadora transfere a gestão de 37 carceragens de todo o estado, e que hoje são administradas pela Polícia Civil, para o Depen, o Departamento Penitenciário do Estado. Com a transferência da guarda dos pouco mais de 6.100 presos para o Depen, o Governo diz que cerca de 1.100 policiais civis serão liberados para o trabalho nas delegacias, seja em investigações, formalização de flagrantes e outros serviços à comunidade.

De acordo com o Governo, a novidade vai ser implantada em duas carceragens aqui da cidade, no 3º e no 4º Distrito Policial. O Depen também vai assumir carceragens em outros municípios da região, como Cornélio Procópio, Arapongas, Rolândia e Porecatu. Segundo o secretário da Administração Penitenciária, Elio de Oliveira, o decreto é o primeiro passo para transformar as carceragens das delegacias em cadeias públicas, conceito trazido pela Lei de Execução Penal.

Segundo o secretário, o Governo liberou R$ 15 milhões para a manutenção de unidades do Depen e das carceragens que passarão a ser administradas pelo departamento. Elio de Oliveira diz ainda que cada unidade assumida pelo Depen terá um agente penitenciário como chefe, além de agentes de cadeia, contratados por PSS, e que farão o trabalho de carcereiros.

O Governo afirma que pouco mais de 1.100 agentes de cadeia pública já foram contratados e cerca de 70% deles vão trabalhar nas unidades em que o Depen assumiu a guarda dos presos. O orçamento que era destinado à Polícia Civil para as despesas como alimentação e outros gastos com os presos será transferido para o Departamento.

O presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Paraná, Daniel Fagundes, afirma que a mudança, uma reivindicação antiga da categoria, é um passo importante para acabar com uma situação que existe há anos e vai ser sentida pela população no dia a dia das delegacias.

Durante o anúncio da transferência de presos para o Depen, a Governadora assinou ainda um decreto para instalação do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional, que, segundo o Governo, vai unificar o trabalho das forças de segurança do estado.

Por Marcos Garrido

Comentários

Publicidade