QUARTA, 04/08/2021, 17:12

Dia dos Pais deve impulsionar vendas no comércio do estado em semana que antecede celebração

Sondagem da Fecomércio mostra que mais da metade dos paranaenses vão comprar presentes. Procura por lojas físicas aumentou neste ano, enquanto preferência por plataformas digitais diminuiu.

De acordo com os dados divulgados pela pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) as vendas relacionadas ao Dia dos Pais, comemorado no domingo (8), devem impulsionar o comércio do estado até o fim desta semana.

O levantamento mostra que 66,4% das pessoas vão presentear em comemoração à data. Este percentual é praticamente o mesmo em comparação ao resultado do ano anterior, quando 66,2% dos entrevistados afirmaram que dariam alguma lembrança. A sondagem aponta que quase um quarto dos entrevistados vão deixar para ir às lojas na véspera da celebração.

O coordenador de Desenvolvimento Empresarial da Fecomércio PR Rodrigo Schmidt considera que o cenário de desaceleração da pandemia no estado e uma maior cobertura vacinal da população, tem contribuído para que mais pessoas voltem a visitar os estabelecimentos, que devem aumentar o faturamento durante o período e podem registrar um crescimento expressivo nas vendas, na casa dos 13%.

Apesar da boa expectativa quanto às vendas no comércio, neste ano, o preço médio dos itens registrou uma pequena queda, passando de R$ 111,47 em 2020, para R$ 101,00. Uma redução de aproximadamente 9% no tíquete médio paranaense.

O fator financeiro foi uma das razões mais apontadas pelas pessoas que responderam que não iriam adquirir presentes. Schmidt explica que a situação econômica ainda fragilizada pode refletir, inclusive, na forma de pagamento adotada pela população, já que mais da metade dos paranaenses decidiu fazer a compra a vista. Ele considera que parte deste grupo tenha optado pela modalidade como forma de gastar dentro do esperado ou receber descontos no valor do produto.

Ainda de acordo com a sondagem da Fecomércio PR, os principais itens procurados para presentear os pais são as peças de vestuário e calçados, com quase metade das intenções de compra, além de perfumes e cosméticos, alimentos e bebidas, artigos esportivos e ferramentas, que completam a lista.

Apesar do aumento do uso dos meios digitais para as compras, a pesquisa da entidade aponta que apenas 16,7% dos entrevistados afirmaram vão adquirir os presentes pela internet. O percentual é, inclusive, menor, em comparação ao ano passado, quando 24,7% dos consumidores deram preferência para as plataformas online. O comércio de rua e os shoppings seguem como os locais mais procurados pelos paranaenses e juntos, somam quase 60% das respostas.

Por Victor Assis

Comentários