SEGUNDA, 17/02/2020, 06:45

Doações de leite humano na Maternidade Municipal de Londrina atinge alto volume e beneficia centenas de bebês

Em janeiro foram mais de 50 litros coletados.

Centenas de bebês são beneficiados diariamente com o bom coração de mães que conseguem amamentar os próprios filhos e ainda dispõem de um pouco para doação.

Os bebês internados nos hospitais, especialmente aos que estão em Unidades de Tratamento Intensivo – UTI necessitam do leite materno.

Na Maternidade Municipal Lucilla Ballalai, o Posto de Coleta de leite humano auxilia mães que enfrentam dificuldades na amamentação, e também incentiva as que possuem produção excedente a doarem.

De setembro até agora o volume de doações aumentou significativamente na maternidade.

Só em janeiro foram coletados mais de 50 litros. Com uma média de 23 litros, coletados por mês.

De acordo com a nutricionista, Carolina Prado, o número, considerado expressivo, surpreende ainda mais por se tratar de uma época do ano em que as doações caem bastante.

A coleta de leite ocorre em um posto de atendimento dentro da maternidade. Hoje estão cadastradas mais de 40 doadoras.

As doações são suficientes para atender os bebês da maternidade e ainda muito desse leite humano arrecadado é encaminhado ao HU. Para doar tem que ter o excedente na produção.

Em Londrina, a referência em doação de leite humano é o Banco de Leite do Hospital Universitário.

De acordo com a coordenadora do Banco de Leite do HU, Letícia Costa, são atendidas em média por dia entre 20 e 25 crianças no hospital. Só no ano passado foram atendidas mais de 1,5 mil crianças no HU.

Pode doar a mãe que tem sobra de leite. O Banco de Leite busca o leite toda a semana na casa da doadora.

Reforçando, no HU de Londrina o telefone para dúvidas para mães que se interessam em doar o leite é o 3371-2390.

Na Maternidade Municipal Lucilla Ballalai outras informações sobre amamentação o telefone é 3372-9850.

Por Bruno Carraro

Comentários