SEXTA, 24/05/2019, 10:11

Em primeira discussão, Câmara aprova autorização para o município privatizar a Sercomtel

Projeto vai receber emendas antes da segubda votação

Sob clima de desconfiança, vereadores aprovaram em primeira discussão o projeto de lei que autoriza a prefeitura de Londrina a privatizar as ações da Sercomtel. Apesar da apenas um voto contrário, do vereador Tio Douglas, a maioria que votou a favor condicionou uma nova aprovação em segunda discussão, a garantias a serem dadas aos funcionários da empresa.

A votação precisa ser a toque de caixa porque a suspensão do processo de caducidade da companhia que tramita na Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, termina em 23 de julho. Segundo o vereador Felipe Prochet, houve um acordo para que emendas fossem retiradas com o objetivo de acelerar o processo.Para Prochet, o projeto demorou para chegar à Câmara, deixando os vereadores com a corda no pescoço.  

O agente de Recursos Humanos da Sercomtel, Jefferson Belasque, falou em nome do grande número de funcionários da companhia que estiveram nas galerias durante a votação do projeto. Ele criticou escolhas políticas para cargos diretivos .

O prazo para apresentação de emendas é de sete dias úteis. As propostas precisarão ser analisadas pela Comissão de Justiça para depois irem à plenário junto com o substitutivo do projeto original. A liderança do Executivo na Câmara não confirmou se irá solicitar tramitação em regime de urgência

Por Marco Feltrin

Comentários

Publicidade