TERCA, 15/06/2021, 18:45

Embrapa alerta que vazio sanitário da soja é fundamental para atrasar chegada da ferrugem asiática às plantações

Pesquisadora diz que período é uma das principais ferramentas do produtor para evitar perdas nas lavouras, e lembra que quem desobedecer restrições pode ser multado.

É oficial. O período do chamado vazio sanitário da soja teve início no Paraná na última semana e em outros doze estados brasileiros, além do Distrito Federal, nesta terça-feira, dia 15 de junho. Por 90 dias, os produtores ficarão proibidos de plantar a cultura no campo. O período sem plantação é uma das principais ferramentas existentes para atrasar a chegada da ferrugem asiática às lavouras, conforme informou a pesquisadora da Embrapa Soja, Claudine Seixas. Ela lembrou que a doença é perigosa e pode fazer com que os produtores acumulem perdas significativas caso não sejam colocados em prática os devidos cuidados.

A pesquisadora lembrou ainda que o vazio sanitário é estabelecido por lei, e que quem descumprir a medida poderá ser multado.

Claudine falou também sobre outras alternativas que os produtores têm à disposição, além do vazio sanitário, para conter o aparecimento da ferrugem asiática nas lavouras.

No Paraná, o período do chamado vazio sanitário da soja teve início na última quinta-feira, dia 10 de de junho, e vai até o dia 10 de setembro deste ano.

Por Guilherme Batista

Comentários