TERCA, 26/02/2019, 19:37

Escolas da rede municipal de educação de Londrina recebem e-mail do Ministério da Educação sobre determinação do hino nacional e leitura de carta do MEC

Mas responsável pela pasta afirma que a orientação é fazer o que sempre foi feito, cantar o hino nacional uma vez na semana.

O e-mail enviado pelo Ministério da Educação a toda a rede escolar do País gerou muita polêmica no início dessa semana. Mesmo depois de, no início da tarde desta terça-feira, o Ministro da Educação, Ricardo Vález Rodríguez, se manifestar dizendo que enviaria novo e-mail explicando que o hino deve ser cantando se houver interesse da unidade escolar.

Mas o que polemizou mesmo foi a frase que era slogan de campanha do Presidente Jair Bolsonaro. “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”. No e-mail estava claro que era necessário ler a frase da campanha antes do hino ser cantado e filmado.

Todas as escolas municipais de Londrina receberam o e-mail, de acordo com a Secretária Municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes.

Porém, o que foi acertado com as instituições de ensino é o que já vigora. O hino deve ser cantando uma vez por semana, sem a necessidade de filmar os alunos ou ler qualquer frase de efeito enviada pelo MEC.

De acordo com a chefia do Núcleo Regional de Educação não chegou nada oficial para as escolas estaduais de Londrina e região. Por isso o Núcleo não vai se manifestar.  

Uma nota oficial divulgada no site do MEC está claro que o comunicado enviado às escolas apresenta um "pedido de cumprimento voluntário". E ressalta que "a atividade faz parte da política de incentivo à valorização dos símbolos nacionais".

Por Bruno Carraro

Comentários