QUINTA, 30/03/2017, 19:17

Gado japonês da raça Wagyu estará na ExpoLondrina pela primeira vez

A raça ainda é pouco conhecida no país e um quilo do contrafilé, a parte mais nobre, pode chegar a custar R$ 300.

Uma carne suculenta, de excelente qualidade e cara, muito cara. O gado de origem japonesa Wagyu vai participar da ExpoLondrina pela primeira vez. Serão um macho e quatro fêmeas, que chegam de Maringá nessa sexta-feira.

Os animais fazem parte do plantel do produtor João Noma e embora estejam no Brasil desde a década de 90, a carne do Wagyu ainda é pouco conhecida no país.

Segundo João Catto, técnico responsável pelos animais, a produção brasileira ainda é pequena e a raça necessita um manejo mais cuidadoso, mas tem muitas vantagens. Os cortes mais baratos custam em média R$ 60,00 o quilo.  Já o contrafilé do boi wagyu, considerado o corte mais nobre, pode ser encontrado por até R$ 300,00 o quilo.

Pra quem ficou curioso, os animais chegam ao Parque Ney Braga nessa sexta-feira e devem ficar no Pavilhão Eusébio de Menezes até o fim da Expo. De acordo com João Catto, no local vão ser vendidos alguns cortes da carne e também vai haver degustação.

Catto explica que a chamada carne de Kobe, ou Kobe Beef, também vem da raça wagyu, mas se diferencia por ser produzida somente na cidade de mesmo nome. Algo como uma denominação de origem do produto, como acontece com os vinhos

O Brasil, apesar do rebanho pequeno, já conta com uma entidade que reúne os produtores nacionais: a Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Wagyu.

Além do wagyu, outras raças bovinas estão confirmadas na ExpoLondrina, entre as mais conhecidas a Nelore, Angus, Charolês, Santa Gertrudes e Purunã.

Por Marcos Garrido

Comentários