TERCA, 04/10/2016, 18:35

Governador propõe projeto que suspende reajuste do funcionalismo público

Proposta não é bem vista pela oposição na Assembléia Legislativa.

O governador Beto Richa enviou um projeto de lei à Assembléia Legislativa que suspende o reajuste salarial de todo o funcionalismo público. A proposta faz parte da nova fase de “ajuste fiscal” proposto pelo governo estadual. A matéria prevê que a data-base só vai ser quitada depois de implantadas e pagas todas as promoções e progressões devidas.

Para o deputado estadual Tercílio Turini esse projeto é um retrocesso, uma vez que o governo havia acordado com o pagamento com a categoria.

O Secretário Estadual de Fazenda, Mauro Ricardo Costa afirma que o reajuste vai depender do comportamento da receita do estado em 2017. Na opinião do deputado Turini, essa atitude do governo pode levar o funcionalismo público a uma greve geral em busca dos direitos.

O documento chegou um dia depois do 1º turno das eleições municipais. A soma do pagamento da data-base e das promoções e progressões seria de R$ 3,8 milhões no ano que vem. O deputado estadual Thiago Amaral afirma que não teve tempo de analisar a proposta a fundo, mas adiantou que não vê problemas no adiamento do pagamento, uma vez que o governo precisa bancar as despesas de acordo com o caixa.

A assessoria do deputado estadual Cobra Repórter não nos retornou até o fechamento desta edição.      

Por Claudia Lima

Comentários

Publicidade