SEGUNDA, 20/01/2020, 19:08

IAP afirma que não existe mau cheiro na região sul de Londrina

Mas a queixa ainda permanece para moradores vizinhos de hospital da região.

O mau cheiro na região sul de Londrina ainda é insustentável por moradores que convivem há anos com o problema.

Os moradores da região dizem que há mais de 20 anos é assim. As reclamações são constantes e muitas vezes ficam dias e semanas sem o problema, mas há outras vezes que nada muda. Como na última reclamação feita nos órgãos públicos competentes pela fiscalização.

No fim do ano passado nossa reportagem acompanhou o problema e os bairros que mais sofrem são o Jamile Dequech, o União da Vitória e o Jardim Franciscato.  

Apesar de o Instituto Ambiental do Paraná – IAP enviar a seguinte nota:

“O Instituto Água e Terra de Londrina - antigo IAP, informa que não recebeu nenhuma reclamação de mau cheiro recentemente. Técnicos realizaram vistoria e não identificaram nenhuma irregularidade e nem mau cheiro no entorno.”

Mas de acordo com o ouvinte Anderson Moreira, que mora no Parque Ouro Branco, há seis anos, a situação é a mesma. A situação mais grave fica na madrugada, o odor é tão forte que provoca dores de cabeça. Ele já denunciou o problema e nada está sendo feito.

A Secretaria do Ambiente de Londrina reforçou à nossa reportagem que a fiscalização agora está toda ligada ao IAP.

Nossa reportagem enviou novamente a denuncia ao órgão que deverá apurar novamente o problema na região, reforçou.

Por Bruno Carraro

Comentários