SEGUNDA, 20/09/2021, 07:05

Londrina inicia atividades de nova edição do LIRAa nesta segunda-feira

Com dados atualizados, situação da dengue no município apresentou melhora significativa em comparação a primeiros meses de 2021.

A Secretaria Municipal de Saúde inicia, nesta segunda-feira (20), o 4º Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) em Londrina. A ação tem o objetivo de monitorar a circulação da dengue na cidade, a partir de trabalhos de campo. Nesta primeira etapa, a expectativa é que as equipes visitem de 9 a 12 mil imóveis.

Na 3ª edição do projeto, realizada no mês de junho, cerca 10 mil casas foram vistoriadas. A partir dos dados colhidos, a pasta elabora medidas e estratégias para           reduzir a disseminação da dengue no município.

De acordo com o balanço da prefeitura, o número de casos apresentou uma redução significativa ao longo dos últimos três meses, chegando a uma estimativa de 50 a 100 confirmações por semana. Em abril, mês considerado o mais crítico, a cidade chegou a uma média de 800 registros semanais.

Em entrevista à CBN Londrina, o secretário de Saúde Felippe Machado, explica que além do LIRAa, o município implantou outras metodologias, neste ano, para o enfrentamento da dengue mesmo diante da pandemia do coronavírus e considera que o recuo nas confirmações é fruto das estratégias adotadas pelo município.

Apesar disso, a cidade segue em primeiro lugar, em relação ao número de notificações no estado, com 589 registros, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

Em seguida, Foz do Iguaçu, no oeste paranaense, teve 444 casos suspeitos ao longo do novo período de monitoramento da doença, que teve início no mês passado. O município de Rolândia também apresentou uma alta incidência e já soma 228 notificações.

Machado destaca que apesar da melhora no cenário em Londrina, a população deve continuar adotando medidas de prevenção à doença, em especial a eliminação de criadouros do mosquito da dengue no ambiente doméstico, como nos quintais das casas.

De acordo com os dados atualizados pela Secretaria Municipal de Saúde, desde o início do ano 7.131 casos da dengue foram registrados em Londrina. Ao todo, foram 18.964 notificações e deste total, 11.073 quadros em investigação foram descartados. Ao longo do ano, a cidade registrou oito mortes causadas pela doença.

Por Victor Assis

Comentários