SEXTA, 05/08/2022, 18:25

Londrina tem 20 mil pessoas com direito à quarta dose contra o coronavírus, mas que ainda não procuraram os postos de saúde para se vacinar

Secretaria de Saúde espera pela autorização do Estado e da União para ampliar oferta da segunda dose de reforço para londrinenses com 30 anos ou mais de idade.

A Secretaria Municipal de Saúde pretende aumentar a cobertura vacinal contra o coronavírus em Londrina. De acordo com dados divulgados pela autarquia nesta sexta-feira (5), mais de 1,3 milhão doses foram aplicadas desde o início da campanha. São 498 mil primeiras doses; 453 mil segundas; 300 mil terceiras; e pouco mais de 100 mil quartas doses, que são o segundo reforço contra a Covid-19. Atualmente, têm direito à quarta dose londrinenses com 40 anos ou mais e grupos prioritários como os profissionais de saúde. O referido público é composto por cerca de 120 mil pessoas. Ou seja, 20 mil delas ainda não receberam a quarta dose.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, confirmou que a procura pela vacina tem diminuído gradativamente na cidade. Na avaliação dele, esse desinteresse tem relação direta ao momento de poucos casos e mortes em decorrência do coronavírus no município.

Machado disse ainda que o município espera pela autorização da Secretaria Estadual de Saúde e do Governo Federal para ampliar a oferta da quarta dose a pessoas com 30 anos ou mais, o que já ocorreu em Maringá, por exemplo. Na cidade do noroeste do estado, a segunda dose de reforço já começou a ser aplicada em moradores de 25 anos ou mais de idade.

O secretário municipal de Saúde também deixou um recado àquelas pessoas que, apesar da queda nos números e de todas as estatísticas, ainda duvidam da eficácia da vacina.

Por Guilherme Batista

Comentários