SEGUNDA, 11/02/2019, 06:10

Mais de 350 ex-funcionários da Encol em Londrina vão receber verbas indenizatórias

Em todo o País são mais de 18 mil ex-funcionários que podem ser indenizados.

A construtora Encol foi uma das maiores construtoras da América Latina, mas no final dos anos 90 ela abriu falência causando espanto no mercado imobiliário e desespero para mais de 60 mil brasileiros que tinham algum investimento em imóveis da empresa.

À época mais de 730 empreendimentos estavam em andamento pelo País.

Com mais de 23 mil funcionários, a empresa faturava R$ 1 bilhão.

Quase 20 anos depois da falência muitos ainda têm o que receber da empresa.

Só em Londrina são mais de 350 ex-funcionários que devem receber recisões e direitos trabalhistas. Em todo o Brasil são 18 mil.

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Londrina - Sintracom, está convocando ex-funcionários para comparecer na sede do sindicato e de alguma forma receberem essas indenizações.

De acordo com o advogado do Sintracom, Jorge Custódio, a justiça de Goiânia publicou o edital no final do mês passado, por isso a convocação.  A previsão é que os trabalhadores recebam os recursos em junho desse ano. O prazo final para que os trabalhadores deem entrada no pedido de recebimento é março.

O advogado reforça que pessoas ou empresas que de alguma forma tinham investimento na construtora devem tentar receber e buscar seus direitos também.

Reforçando o Sintracom fica na Rua Sergipe, 598 no centro de Londrina. Outras informações pelo telefone 3324-4022.

Por Bruno Carraro

Comentários