QUINTA, 31/12/2020, 08:13

Movimento de passageiros no aeroporto de Londrina caiu 68% este ano

Volume de pousos e decolagens teve redução de 37%

A pandemia do Coronavírus derrubou a movimentação do aeroporto Governador José Richa, em Londrina, em 2020. Segundo dados da Infraero, de janeiro a novembro deste ano passaram pelo terminal aeroportuário 292.622 passageiros, 68% menos do que o mesmo período de 2019, quando circularam 924.797 passageiros.

Para o período das festas de fim de ano, contabilizado entre 18 de dezembro e 4 de janeiro, a expectativa da Infraero é receber 20.462 passageiros, 52% menos do que no ano passado.


Se a redução do número de passageiros foi drástica, na quantidade de aeronaves decolando e pousando, a diminuição foi menor: 37% na comparação com 2019, quando 18.683 aviões utilizaram a pista do terminal.

 

O impacto da pandemia fica claro quando analisamos a movimentação de passageiros mês a mês. Em janeiro, 77.564 embarques e desembarques. Em fevereiro, o número cai para 66.299. Em março, quando os primeiros casos eram confirmados no país, reduziu a 47.912.


Em abril, quando decretos obrigaram empresas a fecharem as portas com objetivo de incentivar o isolamento social, apenas 63 passageiros usaram o aeroporto.

A retomada começa em maio, com 3.028 passageiros, muito abaixo dos 83.621 registrados no mesmo mês de 2019. Em junho subiu para 4,5 mil, julho para 8,2 mil, agosto 12,2 mil setembro 17,2 mil, outubro 26 mil e novembro próximo dos 30 mil passageiros.

 

Está marcado para 7 de abril de 2021 o leilão de concessão do aeroporto de Londrina, que faz parte de um bloco de 9 terminais da região sul com valor estimado de R$ 7,4 bilhões por um prazo de 30 anos.

Por Marco Feltrin

Comentários