SEGUNDA, 25/03/2019, 18:22

Número de mortes no trânsito é de 1,35 milhão pessoas por ano

Esses números expressivos além de ter o custo da vida humana têm o custo altíssimo para a saúde pública.

De acordo com o Relatório Global da Situação de Segurança no Trânsito, divulgado pela Organização Mundial da Saúde – OMS, o número de mortes no trânsito em todo o mundo chega a 1,35 milhão por ano. O Brasil fica na quarta posição no ranking dos que tem mais óbitos no mundo.

Esses números expressivos além de ter o custo da vida humana têm o custo altíssimo para a saúde pública.

Em média, para cada morte, três pessoas ficam com sequelas graves. Isso representa 400 mil pessoas por ano dentro de um sistema público de saúde.

O custo estimado para cada paciente em UTI diariamente é de R$ 500.

Os mais atingidos são pedestres, ciclistas e motociclistas.

De acordo com o ortopedista Thomás Seibil, nos últimos 20 anos o país vive uma epidemia de acidentes de trânsito e 90% dos acidentados são jovens.

A auxiliar de limpeza, Vita Mendes de Castro, sofreu acidente de moto recentemente, está de atestado e com lesões graves. Está em casa, mas a recuperação é lenta e as sequelas podem ser permanentes.

Em Londrina, em um relatório divulgado recentemente pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização – CMTU, do número total de mortos no trânsito nos primeiros dois meses desse ano, 70% são acidentes com motocicletas.

Por Bruno Carraro

Comentários