QUINTA, 23/09/2021, 18:31

Paraná deve produzir mais de 25 milhões de toneladas de grãos na safra de verão 2021/2022

Segundo Departamento de Economia Rural, volume é 9% superior ao do ciclo atual, quando foram colhidas 23 milhões de toneladas.

O relatório da safra de verão 2021/22, divulgado nesta quinta-feira pelo Departamento de Economia Rural, da Secretaria Estadual de Agricultura, aponta que o Paraná pode produzir mais de 25 milhões de toneladas de grãos. O volume é 9% superior ao do ciclo 2020/21, quando foram colhidas pouco mais de 23 milhões de toneladas. A área de plantio está estimada em 6,2 milhões de hectares, 1% maior que a safra anterior.

O relatório confirma também a estimativa de área recorde para a soja, que deve chegar a aproximadamente 5,6 milhões de hectares, 1% maior que na safra passada. Até o momento, apenas 3% da área foi plantada, o equivalente a cerca de 186 mil hectares, concentrados basicamente nas regiões Oeste e Sudoeste. O plantio está adiantado na comparação com a safra anterior, mas abaixo da média histórica, por conta do clima.

Em setembro do ano passado, os produtores de soja receberam, em média, R$ 122,00 pela saca de 60 kg, enquanto na última semana, o valor aumentou 29% e ficou perto de R$ 157,00.

No caso do milho safrinha, a colheita avançou e atingiu 98% da área estimada em 2,5 milhões de hectares. A expectativa inicial de produção, que era de 14,6 milhões de toneladas, caiu para 5,5 milhões, também por causa da estiagem.

De acordo com o Deral, já foram semeados aproximadamente 187 mil hectares da primeira safra de milho 2021/22. No ano passado, nesta mesma época, o plantio do grão tinha chegado a 121 mil hectares. Com relação aos preços, em setembro do ano passado os produtores de milho receberam cerca de R$ 50,00 pela saca de 60 kg. Na semana passada, o valor recebido foi de, em média, R$ 84,00, um aumento de 68%.

 

Com informações da Agência Estadual de Notícias.

Por Marcos Garrido

Comentários