QUINTA, 26/01/2017, 19:02

Pesquisa da Fecomércio revela que famílias paranaenses pretendem consumir mais em 2017

Intenção de consumo no estado é a maior desde julho de 2015.

A Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias, divulgada pela Fecomércio, aponta que o paranaense está predisposto a consumir mais em 2017. A pesquisa é composta de sete itens que medem a avaliação dos consumidores sobre aspectos da vida da sua família. Em janeiro, da intenção de consumo do paranaense atingiu 96,1 pontos, o maior desde julho de 2015. Um crescimento de 5,2% no comparativo com janeiro de 2016.

Apesar dessa recuperação, a intenção de consumo no estado ainda não conseguiu atingir a pontuação ideal, que vai de 100 a 200 pontos.

Para Priscila Takato, coordenadora de Pesquisas da Fecomércio, o aumento, mesmo que pequeno, já revela uma resposta do consumidor.

No comparativo mensal, de janeiro de 2017 com dezembro do ano passado, os números também mostram um crescimento de 1,4% na Intenção de Consumo da Família Paranaense. Entre os indicadores que compõem a pesquisa, dois tiveram uma contribuição especial para essa elevação: a situação no emprego atual e a perspectiva profissional, que registram aumentos de 2,5% e 3,9% de dezembro para janeiro.

De acordo com Priscila Takato, o destaque ficou para a perspectiva de consumo, outro indicador da pesquisa, que sinaliza um aumento de 51,4% no Paraná.

O indicador brasileiro, com 76,2 pontos, segue na ordem inversa do Paraná, com redução de 1,7% no comparativo anual. Segundo Priscila Takato, esse cenário pode ser explicado pela renda mais elevada e pelo acesso ao crédito maior do paranaense.

Por Marcos Garrido

Comentários

Publicidade