SEGUNDA, 20/04/2020, 06:25

Prefeitura anuncia compra de 4 mil testes rápidos em parceria com o laboratório da UEL

A previsão do pico da doença segundo médico do Coesp é à partir do momento que 50% da população tenha contraído o vírus.

Em uma live na manhã da última sexta-feira a Unimed Londrina convidou o Secretário Municipal de Saúde, Felippe Machado, o presidente da Unimed Londrina Omar Genha Taha, e o médico pneumologista Alcino Cerci Neto, conselheiro do Conselho Federal de Medicina e representante do Coesp – Comitê de Operações de Emergências em Saúde Pública. 

Durante a live foram apresentadas novas medidas para contenção da transmissão do novo Coronavírus e o anuncio da compra de 4 mil testes rápidos em parceria com o laboratório da  Universidade Estadual de Londrina.

De acordo com o Secretário de Saúde, Felippe Machado, a cidade está com um grande volume de testes a serem feitos e que os casos notificados hoje podem ser multiplicados por 8 para ter uma média do volume exato de pessoas que contraíram a doença. 

Já o médico Alcino Cerci Neto, ressaltou que o pico da doença ainda está previsto à partir do momento que 50% da população tenha contraído o vírus e isso pode acontecer com a queda de temperatura e a volta de muitos ao convívio social ou ao contato com o maior número de pessoas. 

Ainda de acordo Alcino Neto, os medicamentos utilizados no tratamento para o Coronavírus dependem do médico receitar ao paciente e cada um reage de uma forma aos efeitos. Porém não é um remédio que vai trazer a cura. A medida de prevenção é a mais garantida.

Por Bruno Carraro

Comentários