QUINTA, 03/10/2019, 18:35

Prefeitura de Londrina espera relatório da Comissão Especial da Câmara que apura a situação de clínicas psiquiátricas investigadas para tomar medidas

Relatório final foi entregue na câmara no início da semana e pede que o município encerre o contrato de prestação de serviços com as duas unidades de atendimento.

Na sessão de terça-feira da Câmara, início da semana, foi entregue oficialmente na Câmara de Vereadores o relatório final da Comissão Especial de Acompanhamento das Investigações sobre clínicas psiquiátricas de Londrina.

Os trabalhos foram iniciados em março, um mês após a deflagração da Operação Hipócrates. O Ministério Público apontou a existência de uma organização criminosa instalada em duas clínicas psiquiátricas da cidade. Entre os crimes investigados estão maus tratos, cárcere privado, peculato, abandono de incapaz e exercício ilegal da Medicina.

A Comissão criada na Câmara deixou de lado a parte criminal e voltou o foco para sugestões de melhorias na oferta de serviços públicos na área de saúde mental em Londrina e pede o cancelamento do contrato.

Nossa reportagem entrou em contato com o Secretário Municipal de Saúde, Felippe Machado, que preferiu não gravar entrevista, para saber quais medidas serão tomadas diante do relatório apresentado pela Comissão.

Segundo Felippe a prefeitura ainda não recebeu o relatório, por isso prefere não se manifestar, até a análise criteriosa do resultado.

Questionado se é possível atender a medida de interrupção dos contratos o Secretário disse que espera a análise do relatório para tomar medidas sobre o atendimento.

A Clínica Psiquiátrica de Londrina e a Villa Normanda oferecem 265 leitos de internação hoje em Londrina e segundo o Secretário os serviços não foram interrompidos o atendimento está sendo executado normalmente.

Por Bruno Carraro

Comentários