QUARTA, 20/11/2019, 08:48

Prefeitura encaminha cartas de cobrança para quem está com impostos atrasados

Secretário descarta realização de um novo profis

Uma informação divulgada pelo Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina trouxe à tona novamente a polêmica em torno da cobrança do IPTU, que teve reajuste significativo no ano passado com a revisão da planta de valores.

A prefeitura está encaminhando 99 mil cartas de cobrança a contribuintes com impostos atrasados. A informação se espalhou como se os débitos fossem somente relacionados ao IPTU, mas segundo a secretaria de Fazenda, trata-se de vários impostos como ISS e até cobrança do serviço de capina não executados pelos donos de alguns terrenos.

O secretário João Carlos Barbosa Perez afirmou que a inadimplência do IPTU segue dentro da média histórica dos últimos anos. Dos R$ 385 milhões lançados, 254 foram pagos, e ainda há 32 milhões a serem pagos de forma parcelada, ou seja, 74% do valor total garantido nos cofres da prefeitura, faltando ainda dois meses de arrecadação.  


Perez negou que a prefeitura irá adotar o Profis, Programa de Regularização Fiscal, feito pela prefeitura nos últimos anos com o perdão de multas e juros para quem estivesse com os impostos atrasados. A ideia também está descartada para 2020, por ser ano eleitoral.

Por Marco Feltrin

Comentários