SEXTA, 26/02/2021, 16:27

Presidente da Acil destaca que novo "lockdown" vai causar prejuízos imensuráveis ao setor do comércio, e faz apelo para que população obedeça às restrições estabelecidas pelo governo

A empresária acredita que se os números da pandemia não recuarem, o poder público vai estender ainda mais o período de fechamento, inicialmente previsto para terminar no dia 8 de março.

A presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Márcia Manfrin, vê com muita preocupação o novo período de lockdown estabelecido pelo Governo do Estado para frear os números da pandemia de coronavírus em todo o Paraná. Pelo decreto baixado nesta sexta-feira (26), ficam proibidas de funcionar todas as atividades consideradas não essenciais, incluindo o chamado comércio de rua, os shoppings centers e diversos segmentos da indústria. Em entrevista à CBN, a empresária lembrou que o setor ainda tenta se recuperar das perdas amargadas durante todo o ano passado, registrados justamente por conta das restrições impostas pela Covid-19, e que este novo fechamento trará prejuízos imensuráveis aos comerciantes. Ela também fez um apelo para que a população obedeça às restrições estabelecidas pelo governo.

 

A presidente da Acil acredita que se os números da pandemia não recuarem no decorrer da próxima semana, há a possibilidade de o poder público estender ainda mais o período de fechamento. Inicialmente, o lockdown vai deste sábado, 27 de fevereiro, a 8 de março.

Por Guilherme Batista

Comentários