SEXTA, 20/11/2020, 08:13

Presidente da Câmara atribui alta renovação nas cadeiras à pandemia e à mudança no quociente eleitoral.

Ailton Nantes não vê mudança de nomes como reflexo de uma imagem negativa do Legislativo.

O presidente da Câmara de Vereadores de Londrina, Ailton Nantes, repercutiu o resultado das urnas, com caras novas em 13 das 19 cadeiras do Legislativo, renovação de 68%. Para ele, que acabou reeleito com 2.652 votos, houve uma soma de fatores determinantes, como a mudança no formato do quociente eleitoral e os reflexos da pandemia.

Questionado se a renovação seria resposta de uma possível imagem negativa da Câmara de Vereadores, Nantes citou o papel de vereador como alguém que não executa, mas recebe o reflexo de decisões do município, dando como exemplo a polêmica da revisão da planta genérica de valores que resultou no aumento do IPTU.
Nantes adiantou ainda que deve colocar o nome à disposição para concorrer novamente à presidência da Câmara, que ele ocupa desde o início de 2018, quando Mário Takahashi foi afastado do cargo durante as investigações da operação ZR3.

Por Marco Feltrin

Comentários