SEXTA, 14/02/2020, 07:28

Projeto que autoriza instalação de bueiros inteligentes é aprovado na Câmara e depende da sanção do prefeito

Custo do equipamento ao município e definição de quem fará a coleta ainda são uma incógnita

Três meses depois de passar em primeira discussão pela Câmara de Vereadores, foi aprovado em segunda discussão na sessão desta quinta-feira o projeto que autoriza a prefeitura a instalar na cidade os bueiros inteligentes, que passaram a ser chamados de bueiros ecológicos graças à aprovação de uma emenda. São caixas coletoras de metal em forma de grade que, ao serem colocadas nas bocas de lobo permitem a passagem da água, mas impedem a queda de materiais sólidos, como o lixo jogado nas ruas. 

O vereador Péricles Deliberador, um dos autores da proposta, falou sobre os benefícios do equipamento, citando como exemplo os estragos causados pelas fortes chuvas registradas no início da semana em São Paulo.

De acordo com Deliberador, o custo com a implantação dos bueiros já instalados na cidade ficará com a prefeitura. Em caso de novos loteamentos, caberá à construtora bancar os equipamentos. Questionado sobre o valor, o vereador não soube definir quanto custaria ao município.

Durante a discussão do projeto, o Conselho Municipal do Meio Ambiente de Londrina defendeu que existe uma resolução de 2009 que já previa a boca de lobo ecológica, mas que até hoje não foi cumprida.

O projeto ainda precisa passar pela sanção do prefeito Marcelo Belinati para entrar em vigor. Caberá ao município também definir quem será o responsável pela coleta do material retido nos bueiros.

Por Marco Feltrin

Comentários