SEGUNDA, 25/05/2020, 18:03

Quase 50% das crianças e adolescentes disponíveis para adoção no Paraná não são opção para serem adotados

São 2.969 pais querendo adotar e 524 crianças em casas de acolhimento à espera de um lar.

Dados do Cadastro Nacional de Adoção mostram que no Paraná, há 524 crianças e adolescentes cadastrados para adoção.

Há 2.969 pais querendo adotar, porém do total de crianças e adolescentes disponíveis, 234 não são opção.

De acordo com a promotora de Justiça, Luciana Linero, a grande maioria das famílias desejam adotar bebês ou crianças bem pequenas.

Com a pandemia do novo Coronavírus existe uma maior dificuldade para finalizar o cadastro de novos pretendentes, mas também reflexos positivos, como a oportunidade para que pessoas que já estão na lista de espera revejam conceitos e se abram para a possibilidade da chamada adoção tardia, que ocorre com crianças maiores ou com adolescentes.

Segundo a promotora Luciana Linero, existe um esforço muito grande por parte das varas da infância para que os adolescentes também estejam entre as preferências dessas famílias.

Por Bruno Carraro

Comentários