SEXTA, 13/09/2019, 10:44

Reunião discute corredor ecológico na duplicação da PR-445

Obras começaram sem o estudo de impacto exigido

Uma reunião pública realizada na Câmara de Vereadores discutiu o risco de atropelamento de animais da PR-445 em meio à duplicação da rodovia no trecho que vai do Jamile Dequech até o trevo de Irerê. A rodovia está dentro de um corredor ecológico que liga o Parque Estadual da Mata dos Godoy ao Rio Tibagi, área por onde transitam várias espécies de animais.

Segundo a vereadora Daniele Ziober, presidente da Comissão dos Direitos e Bem-Estar animal, as obras começaram sem o estudo ambiental exigido. Com isso, será preciso pensar em construir passagens sob a rodovia para que os animais silvestres da região transitem de forma segura, diminuindo o risco de acidentes.

Um diagnóstico contratado pelo consórcio responsável pela duplicação da PR-445 depois do início das obras mostrou que serão necessárias cinco passagens de fauna sob a rodovia. No entanto, o Departamento de Estradas e Rodagem teria garantido a implantação de apenas duas.

A obra de duplicação da PR-445 entre Londrina e Irerê tem custo estimado em R$ 93 milhões, com previsão de entrega para o início do segundo semestre de 2020.

Por Marco Feltrin

Comentários

Publicidade