TERCA, 29/09/2020, 19:00

Sesa autoriza retorno de aulas presenciais em universidades e cursos técnicos da área da Saúde

Na UEL, retomada só vai ocorrer após avaliação de comissão interna responsável pelas questões sanitárias envolvidas em cada atividade da instituição.
 

Com a resolução que permite a retomada das aulas presenciais para os alunos de cursos técnicos, profissionalizantes e universitários da área de saúde, que estejam nos últimos dois anos, e para todas as áreas da pós-graduação, as instituições de ensino devem seguir uma série de medidas de segurança sanitária, como o distanciamento social e os protocolos de higiene, além de regras específicas.

Na resolução, a Sesa definiu que para evitar aglomerações, as escolas, universidades e faculdades vão ter que estabelecer um revezamento, com horários de aulas diferenciados.

A Secretaria garante que todas as regras serão fiscalizadas pela pasta, em conjunto com as secretariais de saúde dos municípios e que o não cumprimento delas será punido com multa. Em caso de reincidência, de acordo com a Sesa, o valor será dobrado. Mas a Sesa não divulgou o valor das multas.

Na UEL, a pró-reitora de graduação, Marta Fávaro, explica que o calendário acadêmico de todos os cursos de graduação da universidade vinha sendo cumprido de forma remota, desde 26 de junho, e que para alguns cursos da área da saúde, parte das atividades, como estágios por exemplo, já era desenvolvida presencialmente, por conta de uma autorização do Ministério da Educação.

A pró-reitora de graduação afirma que a Resolução da Sesa vai ser avaliada por uma comissão interna, que é responsável pela análise das questões sanitárias envolvidas em cada atividade dentro da Universidade.

A pró-reitora explica também que só a partir dai vão ser definidos os próximos passos a serem adotados pela UEL para a retomada das aulas presenciais nos cursos autorizados pela Secretaria.

Também entramos em contato com a PUC, mas até a conclusão da reportagem não tivemos retorno sobre como vai ser a retomada das aulas presenciais nos cursos da área da saúde da instituição.

De acordo com a Secretaria de saúde, não há, neste momento, previsão de retorno do ensino presencial em todas as instituições e para todos os tipos de cursos.

Por Marcos Garrido

Comentários