QUINTA, 03/01/2019, 17:18

Vendas de Natal superam 2017 e animam comerciantes da cidade

Pesquisa da ACIL revela ainda que bons resultados da principal data do varejo deixaram empresários com esperança de um ano com faturamento melhor.

De acordo com a pesquisa, realizada pela Litz Consultoria e que ouviu lojistas de todos os segmentos, tamanhos e regiões da cidade, as previsões para a data mais importante do comércio se confirmaram, com pouco mais de 60% dos entrevistados afirmando que o resultado das vendas foi ótimo ou bom. Quase 64% dos comerciantes disseram que o faturamento foi superior ao Natal de 2017.

O diretor comercial da ACIL, Angelo Pamplona, afirma que foi um Natal melhor que o passado, em que até a chuva atrapalhou as vendas. Com o tempo bom dos últimos dias e as ruas cheias, o crescimento de cerca de 5% nas vendas acabou se concretizando e animou os comerciantes para um 2019 melhor.

O tíquete médio dos presentes também foi melhor que nos últimos três Natais. Em 2018, cada consumidor gastou, em média, R$ 205, bem mais que os R$ 177 do ano passado. Os setores que mais se destacaram foram os de óticas e joalherias e móveis e eletrodomésticos.

Angelo Pamplona avalia que o consumidor está planejando cada vez mais suas compras e que os bons resultados desses setores são reflexo da compra dos presentes pessoais.

Os números positivos parecem alimentar o otimismo do varejo. A pesquisa mostra que pouco mais de 93% dos entrevistados acreditam em vendas melhores este ano. O mercado aponta para um crescimento de 5,3% no faturamento do varejo para os próximos 12 meses.

Para Angelo Pamplona, a crise aguda já passou e 2019 deve ser mesmo um ano de avanços na economia, com uma série de indicadores apontando para isso.

A pesquisa da ACIL também indica que quase dois terços dos lojistas da cidade pretendem fazer liquidações agora em janeiro. No setor de calçados, mais de 90% afirmaram que vão fazer promoções. E a queima de estoque começa nesta sexta-feira em várias lojas de eletrodomésticos.

Por Marcos Garrido

Comentários

Publicidade