QUARTA, 02/09/2020, 09:15

Vereador pede volta das sessões presenciais na Câmara de Londrina

Presidente do legislativo diz que estude possibilidade, mas evitou projetar uma data para o retorno

Em 16 de março, a Câmara de Vereadores de Londrina suspendeu a presença de público nas sessões como forma de prevenção ao Coronavírus, que ainda estava na fase inicial de contágio na cidade. Na época, era permitida apenas a presença dos vereadores, um assessor por parlamentar e profissionais de imprensa previamente cadastrados. Uma semana depois, a medida ficou ainda mais rígida com a suspensão das sessões presenciais. Há mais de cinco meses, os projetos de leis e reuniões públicas estão sendo realizados de forma remota, longe do plenário, mesmo que alguns vereadores ainda participem da transmissão direto de seus gabinetes.

Mas o vereador Roberto Fu fez um pedido na sessão desta terça-feira para que o Legislativo retome as sessões presenciais. Ele argumenta que outros setores já voltaram às atividades tomando os devidos cuidados para evitar a contaminação.


O presidente da Câmara, Ailton Nantes, confirmou que a Mesa Diretora estuda a retomada das atividades presenciais, mas evitou cravar um prazo para a volta dos trabalhos no prédio do Legislativo.

A Câmara de Vereadores de Ibiporã retomou as sessões presenciais no plenário na última segunda-feira. O acesso foi restrito a vereadores, assessores e apenas 10 cidadãos que queiram acompanhar a sessão. Em Cambé, os vereadores voltaram a participar das sessões em plenário já na segunda quinzena de julho. Já na Câmara de Rolândia, os trabalhos presenciais foram retomados há três semanas.

Por Marco Feltrin

Comentários