SEGUNDA, 22/04/2019, 19:28

Vereadores querem saber porque entrada principal do novo fórum foi projetada para lateral da Praça dos Três Poderes

Segundo vereador Eduardo Tominaga, parlamentares querem ainda ouvir instituições que também mostraram descontentamento com o projeto. Reunião com o diretor do Fórum ainda não tem data 

O assunto foi discutido em uma reunião da Mesa Executiva da Casa na tarde desta segunda-feira. Pelo projeto, o atual prédio será demolido e no lugar construído um edifício com 7 andares, três subsolos e 26 mil metros quadrados. O presidente do TJ, desembargador Adalberto Xisto Pereira destacou o tamanho do complexo da Justiça e afirmou que será o maior do Paraná.

Mas, para os vereadores um ponto chamou a atenção no projeto do novo Fórum Criminal: o fato da entrada principal do prédio não ser pela praça dos Três Poderes, diferente das sedes do Legislativo e do Executivo.

Segundo o vereador Eduardo Tominaga, que levantou a discussão na Câmara, a questão só deve ser definida após uma consulta a outros parlamentares e a algumas instituições que também demonstraram descontentamento com o projeto.

Segundo Tominaga, não se trata de um detalhe, mas de uma questão institucional e que a Câmara vai agendar uma reunião, ainda sem data definida, com o diretor do Fórum, Juiz Luiz Valério dos Santos, para discutir o assunto.

O vereador afirma ainda que outra questão diz respeito à acessibilidade, principalmente da população que usa os ônibus para chegar ao Fórum, já que as principais linhas têm paradas na Duque de Caxias, mais próxima da praça que a Avenida Souza Naves.

O diretor do Fórum não quis comentar o caso. Entramos em contato com a assessoria do Tribunal de Justiça, mas até o fechamento da reportagem não tivemos retorno.

Por Marcos Garrido

Comentários

Publicidade