QUARTA, 25/11/2020, 08:27

Comissão que acompanha gastos com a Covid 19 pede mais prazo para entregar relatório final.

Gasto do município com leitos de UTI em hospitais particulares estão entre os questionamentos 

A Comissão Especial criada em maio na Câmara de Vereadores para acompanhar receitas e despesas da prefeitura de Londrina com a Covid-19 pediu mais prazo para encerrar os trabalhos.
Segundo o presidente da comissão, Eduardo Tominaga, o período eleitoral dificultou a realização de reuniões com integrantes do município. Porém, como ao final do ano haverá mudança de legislatura, o relatório deve ser entregue em 17 de dezembro.

Tominaga afirma que ainda há informações que ainda não foram repassadas de forma satisfatória, e podem ser esclarecidas até o fim do prazo. Um dos questionamentos é em relação à contratação de leitos de UTI em hospitais particulares, com custo diário de 1,6 mil reais por leito mesmo que não houvesse paciente internado.

O vereador reforçou a preocupação com o aumento de casos no final do ano, quando as pessoas tendem a viajar para a casa de familiares para participar das festas e podem retornar para Londrina contaminadas.

 

Por Marco Feltrin

Comentários