QUINTA, 11/07/2019, 19:05

Contrato da prefeitura com as empresas de transporte coletivo de Londrina deve ser prorrogado mais uma vez

Até dia 19 a CMTU deve anunciar por quanto tempo mais vai precisar prorrogar o contrato.

A prefeitura de Londrina havia prorrogado no início desse ano o contrato com as empresas de transporte coletivo.

O Tribunal de Contas do Estado - TCE-PR havia determinado em dezembro de 2018 a suspensão da licitação do transporte coletivo da cidade, a pedido da Transportes Coletivos Grande Londrina – TCGL.

O contrato com as atuais concessionárias se encerraria no dia 19 de janeiro de 2019, e foi prorrogado por seis meses, prazo que vence dia 19 de julho desse mês.

Pelo fato de ainda estar em andamento o novo edital de licitação para contratação das empresas que vão fazer o transporte coletivo na cidade, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização – CMTU sinalizou que vai ter que prorrogar o contrato, mas ainda não anunciou quanto tempo deve pedir a mais para que o trâmite seja finalizado.

No fim do mês passado um novo edital foi divulgado. As empresas Londrisul e Grande Londrina atuam há 16 anos na cidade.

O novo edital já tem vários questionamentos de possíveis irregularidades por parte das empresas de ônibus.

Se não houver nenhuma impugnação por parte do Tribunal de Contas do Estado, novamente, a abertura dos envelopes com as propostas será no dia 25 de julho. Quem vencer o certame poderá atuar na cidade por 15 anos.

A assessoria de imprensa da CMTU, confirmou que haverá pedido de prorrogação do prazo para as empresas, porém afirma que o órgão não vai se manifestar até que seja decido quanto tempo será solicitado às empresas para que operem de forma emergencial na cidade.

As empresas de ônibus não vão se manifestar até que sejam notificadas.

Por Bruno Carraro

Comentários

Publicidade