QUARTA, 18/05/2022, 11:03

Em novo boletim, Secretária Estadual de Saúde registra mais nove mortes pela dengue, no Paraná.

Relatório também apontou para novo crescimento no número de casos da doença. Até agora, mais de 56 mil positivações já foram confirmadas.

O novo balanço realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), e divulgado na terça-feira (17), confirmou mais nove mortes causadas pela dengue, no atual período epidemiológico. Desde agosto do ano passado, o Paraná soma 21 óbitos.

Além disso, os dados atualizados mostram um crescimento de mais 28% no número de novos casos da doença. No boletim, mais 12.440 diagnósticos positivos foram registrados, totalizando 56.191 confirmações.

A quantidade de notificações também apresentou um novo salto, na última semana, passando de aproximadamente 120 mil, para mais de 150 mil registros. Dos 399 municípios paranaenses, 380 já tiveram suspeitas da doença e 328 cidades registraram casos positivos.

A Secretaria destaca a importância de a população contribuir no combate à dengue, eliminando possíveis criadouros do mosquito transmissor, em objetos que acumulam água parada, como garrafas pet, pneus, pratos de plantas e lonas, por exemplo. Além disso, a pasta recomenda que os paranaenses também façam a manutenção de calhas, caixas d’água e itens de decoração que ficam, principalmente, nos quintais.

Em Londrina, a Prefeitura já fez dois mutirões contra a dengue, neste ano. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde e da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) percorrem alguns dos bairros com maior incidência do Aedes aegypti e orientam moradores sobre medidas para evitar a proliferação do mosquito.

Além disso, a operação também atua recolhendo materiais deixados nas calçadas. Na ação do último sábado (14), nos jardins Belém e Itapoá, zona norte da cidade, mais de 100 toneladas de entulhos foram retiradas. A expectativa é que um novo mutirão seja realizado neste fim de semana. O local ainda deve ser confirmado. 

Por Victor Assis

Comentários