QUARTA, 15/05/2019, 14:42

Escolas ficam sem aulas por causa da Greve Geral da Educação

Professores, alunos e servidores se manifestaram no Calçadão e depois saíram em caminhada até a Concha Acústica nesta quarta-feira.

Professores e servidores da área participaram de uma manifestação, na manhã desta quarta-feira, dia de Greve Geral da Educação. O ato aconteceu em todo o Brasil. Em Londrina, ele começou no Calçadão. A professora da rede municipal de ensino Celiana Pedroso conta que a categoria protesta contra os cortes financeiros feitos pelo governo federal e a reforma da previdência. 

O presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Londrina (Sindserv), Marcelo Urbaneja comenta sobre a grande adesão de professores da rede. De todas as unidades de escolas e creches, apenas 17 funcionaram nesta quarta-feira.

Em função da paralisação, a maioria das escolas estaduais também não teve aula. Docentes e alunos da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e de instituições federais de ensino também pararam neste 15 de maio, como destaca o professor de sociologia do Instituto Federal do Paraná (UFPR) de Londrina, Rogerio Martins

Alunos se mobilizados com cartazes, faixas e fazendo passeata pela cidade, como é o caso do estudante do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Celia Moraes de Oliveira, Mateus Eduardo Silva.

Após a mobilização no Calçadão, professores, servidores e alunos saíram em caminhada pelas ruas do centro da cidade até a Concha Acústica.

Por Claudia Lima

Comentários

Publicidade